João Costa, alia-se aos Clubes Ubuntu na sua celebração do 16 de Maio

Hits: 539

Ministro da Educação, João Costa, alia-se aos Clubes Ubuntu na sua celebração do Dia Internacional Viver Juntos em Paz da Organização das Nações Unidas. 🕊️

As Escolas Ubuntu, um pouco por todo o país, têm sido o exemplo da forma como desafios se transformam em oportunidades contribuindo para a construção da nova geração de promotores da paz, cuidado e serviço.

🕯️ No passado dia 16 de maio, as Escolas Ubuntu mobilizaram-se para a celebração do Dia Internacional Viver Juntos em Paz, instituído pela Organização das Nações Unidas. De forma criativa, os recintos escolares hospedaram a iniciativa “12 horas Ubuntu pela Paz” realizando atividades com o objetivo de sensibilizar a comunidade educativa para tema em destaque. Chamas pela Paz em tochas acenderam-se um pouco por todo o país demonstrando, de forma simbólica, a relevância e cuidado que a manutenção da paz exige. Testemunharam-se declamações de poesia ao piano, momentos de reflexão conjunta, criação de playlists de músicas compostas sobre o tema, caça ao tesouro da paz, lançamento de pombas, pintura de murais, entre outras.

Em Lisboa, no Agrupamento de Escolas do Bairro Padre Cruz, o programa de celebração contou inclusive com a presença do Ministro da Educação, João Costa, do representante da Direção-Geral da Educação, Hélder Pais e da Organização dos Estados Iberoamericanos, Ana Paula Laborinho, parceiros do projeto Academia de Líderes Ubuntu - Escolas.

A iniciativa ‘12 horas Ubuntu pela Paz’ foi dinamizada pela Academia de Líderes Ubuntu, em parceria com a Direção-Geral da Educação, a FORUM ESTUDANTE, o Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa e da Cátedra da Paz. Conta com o apoio da OEI – Portugal e é cofinanciada pelo POCH, através do Portugal 2020.

🙌É através de testemunhos diários que se observa a concretização do potencial transformador da Academia de Líderes Ubuntu: histórias de consciência e evolução de alunos desmotivados, de partilha de sonhos, de “vontade em alterar realidades”, de autoconhecimento, vulnerabilidade e coragem, de alcançar um espaço seguro” no Ubuntu onde “respeitam a minha identidade”. As Escolas Ubuntu são, cada vez mais, o palco de momentos marcantes e de criação de novos laços entre jovens, jurando-se o Clube Ubuntu como “um legado para todos os nossos estudantes do futuro”.

Print