PAR

 A 22 de setembro a Plataforma de Apoio aos Refugiados (PAR) recebeu o «Prémio do Cidadão Europeu 2017», atribuído pelo Parlamento Europeu e que visa reconhecer pessoas ou organizações que promovem a integração europeia e a compreensão entre os povos.

A distinção foi ainda entregue à jornalista Teresa de Sousa. Em comunicado, o Parlamento Europeu (PE) justificou a sua escolha sublinhando que a PAR se destacou “pelo apoio prestado aos refugiados num ambiente de crise na União Europeia, tendo lançado em 2015 uma plataforma que reúne 210 organizações, autoridades e famílias decididas a criar condições para acolher refugiados em Portugal”. Os proponentes da candidatura da PAR, os eurodeputados Carlos Coelho, Marisa Matias e Sofia Ribeiro, argumentaram que a plataforma “foi capaz de dar uma rápida resposta ao desafio de solidariedade lançado pelas instituições da UE na gestão da crise humanitária”. A cerimónia contou com as intervenções dos eurodeputados Maria João Rodrigues, Carlos Coelho e Marisa Matias que partilharam o reconhecimento unânime do trabalho da PAR. Estiveram ainda presentes várias organizações que integram esta rede, como Instituições Anfitriãs de acolhimento e voluntários e voluntárias do programa PAR Linha da Frente Grécia.